Organizando seu casamento: A escolha do vestido

mepe

Hoje venho contar um pouco da minha experiência quanto a escolha do vestido.
Desde quando decidi que iria casar eu já sabia como seria o meu vestido, ele estava muito claro na minha mente.
Procurei algumas referências na internet e fui a procura dele.
Eu queria um vestido que tivesse muita renda e que fosse “sequinho”, sem muito volume sabe e sem cauda.
Pelo tempo que eu tinha até a festa, não daria tempo de mandar fazer o vestido (organizei o casamento em 5 meses), então busquei um vestido para alugar com as características que eu queria.
Depois de pesquisar alguns lugares na internet e conversar com algumas amigas, decidi que o melhor lugar para procurar seria na Rua São Caetano no Bairro do Bom Retiro em São Paulo.
Essa rua é muito conhecida aqui por ter uma infinidade de lojas de vestidos de noivas que atendem todos os gostos e principalmente os bolsos.
Fomos a procura eu, minha irmã, uma prima e uma amiga, ter essa turma comigo fez tudo ser muitooo mais divertido, até porque eu estava muito preocupada caso não encontrasse nada.
Entramos em umas 4 lojas e na 5º loja após experimentar 2 vestidos, eis que surge o meu vestido.
Sempre achei que aquela história de que seu coração bate mais forte quando você encontra o vestido ideal fosse mentira e que você sabe quando encontrou o seu vestido. Achava que era só escolher um vestido que ficasse bom e ponto.
Mas quando bati os olhos naquele vestido foi um dos momentos mais incríveis.
Depois que vesti, tive certeza que seria aquele, ficou simplesmente perfeito, precisaria somente ajustar um pouco o comprimento, já que não me casaria de salto alto.
Por baixo, era um vestido tomara-que-caia com um tecido semelhante a seda, e por cima, vinha um outro vestido com um V nas costas e com manguinhas todo em renda e Off White, exatamente como eu queria. Também vinha com um cinto com pérolas bem pequenininhas.
Liguei para minha mãe para contar que eu havia encontrado o vestido e depois de muita negociação (sim, porque o aluguel custava muito mais do que eu podia pagar), minha mãe falou ao telefone “filha, pode ficar com o vestido, esse é o meu presente”.
Gente, foi um momento tão emocionante, todo mundo chorando e deu tudo certo.
Fiz os ajustes no dia mesmo, e 1 mês depois voltei para retirar o vestido, ou seja, fiz somente uma prova do vestido.
Para as futuras noivas aconselho usar sempre muitas referências da internet e revistas, buscar lugares que sejam especializados em noivas e em relação a preços negociem muito. Eu consegui R$ 1.500,00 de desconto no aluguel do meu vestido.
Foi até engraçado porque, eu não demonstrei muito para a moça que estava me atendendo que eu tinha gostado tanto do vestido, e disse que iria ver outras lojas, dai começamos a negociar e, conseguir pagar o preço que eu podia.
Então, negociem mesmo!
Espero que essa história ajude e acalmem noivas que estejam atrasadas, pois eu escolhi meu vestido um mês e meio antes do casamento e deu tudo certo.
Claro que planejar e fazer as coisas com tempo sobrando é ótimo, mas se esse não for o seu caso, não se preocupe, tudo dará certo.

Bjs, fiquem com Deus e até a próxima.

12233061_10153255326488181_323216676_n Joyce Oliveira é bióloga de formação e apaixonada por tudo relacionado à vida, relacionamentos e cosméticos. Também é casada e muito feliz! A Joyce veio pra contribuir com histórias reais, experiências, dicas de casamento ou simplesmente pra divagar conosco aqui no blog sobre esse assunto tão especial... o amor!