O dia dos namorados

punng

O dia dos namorados está chegando, impossível esquecer, ele aparece na tevê, nas redes sociais, no passeio no shopping, nas conversas (ou lamentações) de quem vai passar esse dia tão temido e amado sozinho ou acompanhado.
Tem os que correm pra encontrar alguém e os que morrem de medo de ter que assumir alguma coisa nessa data "Dou ou não dou presente?". Pra alguns, estar sozinho nessa data é motivo de depressão, sinal de derrota e alguns não querem nem pensar na data, dizem que é tudo bobagem.
Sabem como seria pra mim o dia dos namorados perfeito?
Começa com aquela ansiedade boa, do dia que se sabe que vamos encontrar quem amamos, aquela pitadinha de saudade que sabemos faltar pouco pra matar. Pode significar cantar tomando banho ou mesmo passar o dia com sorrisos bobos que você tenta disfarçar mas que não consegue esconder de ninguém. Infelizmente nesses dias, parece que a hora não passa direito até o momento esperado, mas passa, e o encontro chega.
Dia dos namorados bom tem abraço apertado no começo do encontro. O beijo de oi pode ser um selinho tímido, mas tem que deixar na boca a promessa de muitos mais depois. Combina com conversa animada, daquelas que parecem ter sempre mais pra dizer e mesmo com silêncios gostosos, dos que nos fazem sentir mais perto do outro, não angustiados por parecer que não temos o que dizer. Dia dos namorados combina com conversas deliciosas, leves ou profundas, mas das que se sente terem significado. E com silêncio ou conversa, o sentimento bom de estar realmente conectado.
Também cabe no dia dos namorados a vontade de tocar que não passa e re manifesta em mãos se procurando, cafuné, no aconchego da cabeça que repousa no ombro. Querendo memorizar um pouco da pele do outro na nossa, o cheiro do outro no nosso. Não se economiza carinho no dia dos namorados, na verdade parece mesmo é que vai faltar tempo pro carinho todo.
O dia dos namorados pode ter roteiro, programa especial, presente, mas o mais legal mesmo é que tenha significado,às vezes pode ser que o restaurante badalado esteja lotado e não dê pra fazer o passeio esperado, mas podemos colocar significado em coisas mais simples se quisermos. Dia dos namorados é pra estar com o outro de verdade, no restaurante de luxo ou vendo Netflix.
No meu dia dos namorados perfeito se faz muito amor, e muito sexo. Sem tabus e vergonhas, com liberdade. Saboreando o prazer do outro como o prato favorito, pra terminar exausto, abraçado, saciado ou com a vontade de começar tudo de novo. Se perder, se entregar e receber a mesma entrega. Não por ser dia dos namorados, mas por ser impossível fazer de outro jeito. Dia dos namorados é pra ser intenso e verdadeiro.
E no dia seguinte, é pra acordar daquele sono bom, ainda sentindo a noite que passou. E começar tudo outra vez. Porque dia dos namorados bom não tem mesmo data certa.
porteu Carolina de Biagi é consultora de estilo e formada em organização de casamentos pelo SENAC. Além de escrever pro blog O Pedido, ela também escreve sobre estilo, moda e auto - estima no blog Um Unicórnio Fashionista. (www.umunicorniofashionista.wordpress.com) e no Volta, Carolina ( www.voltacarolina.wordpress.com)