Eu quero criar memórias

rossr

Eu quero criar memórias. Quero milhões de histórias bobas compartilhadas, de risadas só nossas. Quero pequenos detalhes que só façam sentido pra nós dois. Quero silêncios cheios de paz, noites de inverno e domingos chuvosos.
Quero coisas simples, um beijo preguiçoso quando acordamos de manhã, quero ouvir como foi o seu dia, descobrir como você gosta do seu café, quero as suas memórias de infância, as fotos amareladas, quero algo que pra tanta gente parece assustador: um dia a dia.O que não quer dizer que quero uma rotina, mas quero uma normalidade só nossa.
E quero profundidade também. O tipo de conhecimento que vem aos poucos, com muita conversa. AH,eu quero tantas conversas... Quero saber o que te dói na alma, pra que eu nunca te machuque, pra eu aprender a cuidar de você e quero, aos poucos, te mostrar todas as minhas cicatrizes.
Venha, se for pra construirmos um mundo juntos. Não precisa ser algo grandioso, mas precisa ser nosso. Gosto dos meus planos sozinha, então venha apenas se pudermos criar os nossos. Venha transbordar.
Eu quero todas essas coisas pequenas que constroem um grande amor. Sem pressa, sem modelos, sem príncipes encantados, quero um companheiro. Porque não há nada mais dolorido do que uma solidão compartilhada. Quero também poder ficar sozinha, só pra me lembrar depois que você existe e te abraçar mais forte quando você voltar.E quero que você possa ficar sozinho também, crie uma vida pra você. Quanto mais vida tivermos por nós mesmos, mais somaremos quando estivermos juntos.
Talvez a chave, o principal disso tudo seja: eu quero criar. Construir. Nos nossos pequenos gestos, nos olhares que trocarmos,nas palavras que se tornarem nossas. Eu não peço pouco. Eu peço o simples.E não aceito nada menos do que isso.

porteu Carolina de Biagi é consultora de estilo e formada em organização de casamentos pelo SENAC. Além de escrever pro blog O Pedido, ela também escreve sobre estilo, moda e auto - estima no blog Um Unicórnio Fashionista. (www.umunicorniofashionista.wordpress.com) e no Volta, Carolina ( www.voltacarolina.wordpress.com)