Ame alguém que te queira feliz

parceiros

Você provavelmente leu o título do texto e pensou: "Ué, não é óbvio?" Eu concordo. Amar alguém que nos queira feliz deveria ser óbvio, mas nem sempre é. Algumas vezes a pessoa quer você feliz, mas com várias, vária condições, como se houvesse um tipo de felicidade certo e outro errado.
Amor tem a ver com respeito. E embora a gente leia isso o tempo todo, nem sempre é fácil de assimilar. Respeitar as pessoas dá trabalho porque implica respeitar suas escolhas, suas decisões. Não quer dizer não se importar ou não querer dar um conselho ou apoio na hora de necessidade, mas aceitar que você está com um ser autônomo, que tem vontades e pensamentos diferentes dos seus. E que tem direito a eles.
Ame alguém que queira ser um complemento da sua felicidade, não a única razão dela. Primeiro porque é um peso enorme ser o único motivo pra alguém ser feliz, segundo porque é importante não perder a noção de si e terceiro porque o verdeiro amor é generoso. Ame alguém que incentive os seus planos, mesmo aqueles que não incluem seu parceiro, que se interesse por seus hobbies, mesmo que você seja um torcedor fanático em competições de arco e flecha e a pessoa nunca tenha nem visto um alvo oficial. Ame alguém que te estimule a ser melhor, que deseje o seu sucesso. Tenha medo daqueles que dizem amar mas diminuem, ridicularizam, aqueles que não comemoram suas alegrias ou que se ressintam do seu sucesso. E seja generoso também. Aprecie o brilho do seu parceiro. É a melhor maneira de se apaixonar milhões de vezes pela mesma pessoa.

porteu Carolina de Biagi é consultora de estilo e formada em organização de casamentos pelo SENAC. Além de escrever pro blog O Pedido, ela também escreve sobre estilo, moda e auto - estima no blog Um Unicórnio Fashionista. (www.umunicorniofashionista.wordpress.com) e no Volta, Carolina ( www.voltacarolina.wordpress.com)