3 coisas que os casamentos que duram muito tem em comum

ellieecarl

 

Acho que todo mundo que está em um relacionamento, vez ou outra tem que lidar com brigas e desentendimentos.
Quem nunca ficou chateada com algo que foi dito, ou até mesmo por ter dito algo na hora da raiva?
Creio que, brigas e discussões tem o seu lado bom, afinal a maioria dos problemas entre os casais podem ser resolvidos nessas situações, onde desabafamos e conseguimos verbalizar o que estamos sentindo.
No entanto, isso não quer dizer que precisa ser aos berros. Discutir, brigar ou trocar uma ideia, resume-se no nosso maior remédio para muitos males, a bendita comunicação.
A maioria dos problemas em relacionamentos e do nosso cotidiano poderiam ser facilmente resolvidos através da boa comunicação, que nada mais é do que transmitir uma mensagem e eventualmente receber outra como resposta.
Em outras palavras, o bom e velho diálogo ou conversa.
Hoje venho compartilhar algo muito interessante que assisti no programa Saia justa no GNT.
Em uma entrevista (resumida abaixo) com o psicanalista e terapeuta de casais Ronald Katz, ele cita quais são as características dos casais que duram.
Ronald faz parte de um grupo de terapeutas que são treinados por Jonh Gottman, um dos mais conhecidos estudiosos sobre a longevidade dos casamentos.
Gottman mantêm um Instituto em Seattle, juntamente com sua esposa.
Segundo ele, “esses casais possuem padrões positivos de comportamento e comunicação. Fazem atividades juntos, compartilham de conexões, que podem ser os filhos mas, mesmo depois que eles crescem, o casal precisa continuar a fazer coisas juntos.
Outro ponto é que não são muito ríspidos quando se comunicam.
Todos têm conflitos, coisas terríveis são ditas em uma briga, mas há uma atitude mais branda, de consideração. Um não trata o outro como se fosse o maior inimigo.
A terceira característica é saber como reparar a relação, talvez essa seja a mais importante: fazer as pazes.
Quando discutem problemas, conseguem identificá-los e expressar o que sente, sobre eles. Por último, diria que há um respeito, o reconhecimento de ser diferente”.
Alguém se identificou com essas características? Espero que muitos casais tenham se identificado e que essa seja uma mensagem e uma reflexão para fazermos essa semana...Bjs, fiquem com Deus e até a próxima.
12233061_10153255326488181_323216676_n Joyce Oliveira é bióloga de formação e apaixonada por tudo relacionado à vida, relacionamentos e cosméticos. Também é casada e muito feliz! A Joyce veio pra contribuir com histórias reais, experiências, dicas de casamento ou simplesmente pra divagar conosco aqui no blog sobre esse assunto tão especial... o amor!